Biblioteca de SP terá Contação de Histórias Árabes

ter, 23/04/2019 - 16:34

Iniciativa do projeto Deslocamento criativo terá um sírio e uma palestina contando e mediando histórias árabes, algumas delas a partir de livros doados pelo emirado de Sharjah.

Por Bruna Garcia Fonseca/ANBA

No dia 12 de maio, a Biblioteca de São Paulo (BSP) terá um evento de Contação de Histórias Árabes, feita pelos refugiados Nour Koeder (sírio) e Rawa Alsagheer (palestina). A contação usará histórias dos livros “Histórias Árabes”, de Ana Maria Machado, e “Outro País para Azzi”, de Sarah Garland. Além disso, entre uma contação e outra haverá mediação de leitura utilizando livros infanto-juvenis doados pela Fundação Kalimat, de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos.

O evento faz parte do projeto Deslocamento Criativo, que conecta refugiados e migrantes à economia criativa em São Paulo. “Neste projeto trabalhamos com um refugiado sírio e uma palestina, mas atendemos pessoas de países que não estão em guerra, mas em extrema pobreza e dificuldade, como Senegal, Angola e Nigéria; estes não se enquadram em situação de refúgio pela lei, mas são bastante vulneráveis”, explicou a idealizadora e gestora do projeto, Maria Nilda Santos.

“Tivemos a iniciativa de preparar migrantes para se tornarem contadores de histórias, e começamos pelas histórias árabes”, disse Santos. Segundo ela, a ideia surgiu do princípio de que a literatura é um direito humano, e que atuar com a cultura de referência minimiza o impacto dos deslocamentos.

De acordo com Santos, a contação de histórias é uma performance quase que teatral, sem o uso do livro, com elementos externos, enquanto que a mediação de leitura é feita com um grupo menor de crianças, em que todos sentam e leem o livro juntos, olhando as páginas, as ilustrações. “As histórias dos livros árabes de Sharjah são mais gráficas, e serão melhor aproveitadas na mediação, em que as crianças têm mais contato com o livro, já a contação terá outros títulos com mais elementos sobre a cultura árabe”, explicou.

A contação de histórias será feita em português como forma de integrar os dois idiomas e as duas culturas, mas, segundo Santos, se houver crianças árabes no evento, haverá tradução para o árabe.

Sobre o projeto

O Deslocamento Criativo é um projeto de impacto social que tem por objetivo o mapeamento de refugiados que atuam na área da economia criativa na cidade de São Paulo, para, com isso, revelar a contribuição econômica que esses grupos geram para o desenvolvimento do município. Outros objetivos são identificar talentos, dificuldades e necessidades individuais a fim de favorecer a criação de soluções para que os migrantes se estruturem; gerar visibilidade às iniciativas identificadas e oportunidades de aproximação com o mercado da economia criativa da cidade; e contribuir para a estruturação sustentável desses migrantes, e para a integração de culturas e saberes diversificados e favorecer a cultura de paz.

Mais informações pelo facebook do projeto.

Serviço

Contação de Histórias Árabes feitas por Refugiados
Projeto Deslocamento Criativo
12 de maio (domingo), das 12h15 às 16 horas
Biblioteca de São Paulo
Av. Cruzeiro do Sul, 2630 – São Paulo